Perpétua denuncia: Bolsonaro retirou R$ 83,9 milhões do Bolsa Família e colocou na Comunicação da Presidência

Nesta quinta-feira (4), deputada Perpétua Almeida criticou, no Plenário da Câmara dos Deputados, a transferência de R$ 83,9 milhões de recursos do Bolsa Família para a conta da comunicação institucional da Presidência da República.

A movimentação acontece ao mesmo tempo em que surgem as denúncias de que a Secretaria de Comunicação do Governo faz uso de dinheiro público para publicidade. A portaria com a transferencia do valor publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira e foi assinada pelo secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.

“No momento mais delicado do País, onde o povo precisa de recursos, precisa de comer, Bolsonaro tira dinheiro de programas sociais e coloca na comunicação oficial da presidência da República. Tirar 83 milhões da boca de famílias pobres e colocar nas fake news é crime e o Congresso precisa barrar isso”, afirmou Perpétua.

Denúncia
A CPMI das Fake News produziu um relatório que identificou R$ 2 milhões de anúncios em redes sociais, sites e aplicativos de conteúdo “inapropriado” pagos pela Secom. Entre os canais de divulgação estariam sites de notícias falsas e plataformas de pornografia.