Pedidos de seguro-desemprego sobem 12% na primeira quinzena de junho no Acre

Dados comparativos divulgados pelo Ministério da Economia nesta quinta-feira (25) mostram que o número de pedidos de seguro-desemprego no Acre subiu 12% comparando a primeira quinzena de junho deste ano com a do ano passado.

O balanço fica disponível no painel de informações do seguro-desemprego. O benefício é dado quando o trabalhador é demitido e reflete uma noção do cenário do mercado de trabalho no estado.

Nos primeiros 15 dias de junho do ano passado, o estado contabilizou 469 pedidos do benefício. Já este ano, no mesmo período, foram 525 pedidos. Deles, 398 foram segurados, 76% do total.

O que chama atenção também este ano é a mudança de comportamento. No ano passado, os pedidos feitos pela internet não chegavam a 1%, mas este ano, com a pandemia e alguns serviços feitos remotamente e atendimentos presenciais suspensos no estado, o Acre aparece com a maior porcentagem de requisições feitas pela internet.

Desde março, quando foram confirmados os primeiros casos da doença no estado, o governo decretou o fechamento do comércio não essencial e isso impactou diretamente a classe dos empresários, que ainda pressionam o governo para a reabertura seguindo todos os protocolos de segurança.

Já o governo determinou fases para que sejam seguidas e a reabertura ou não desses setores fica a cargo de cada município.

Perfis

Analisando os perfis daqueles que solicitaram o seguro-desemprego em junho deste ano é possível ver que o setor mais afetado foi o de serviços, que teve 216 pedidos, 41% do total do período.

Logo em seguida, 203 trabalhadores do comércio acreano fizeram o pedido, sendo 39%. A construção civil também registrou requisições, 39 ao todo nos 15 dias.

Quase 400 desses trabalhadores têm ensino médio completo e estão na faixa etária entre 30 a 39 anos. Os cargos mais atingidos foram aqueles que ganhavam entre 1 a 2 salários mínimos.

Em maio deste ano, o mesmo balanço mostrou que aquele mês já apresentava alta de 6% no número de pedidos do seguro-desemprego. Foram 1.372 requisições.

Canais de atendimento

Foram disponibilizados canais adicionais de atendimento remoto por telefone e e-mail. Para dúvidas e esclarecimentos, o empregado pode acionar as superintendências por e-mail. No Acre, o e-mail para dúvidas é o [email protected] O número para contato é o (68)3212-3300.

G1