Morre em Goiânia aos 87 anos o radialista Francisco Madeira, o coronel Chicão

Morreu nesta quinta-feira (2), em Goiânia-GO, o radialista Francisco Madeira de Matos, o coronel Chicão. O radialista lutava contra o agravamento de um edema pulmonar, na UTI do Hospital Amparo. O corpo do radialista será sepultado na capital goiana.

Francisco Madeira iria completar 88 anos no próximo dia 7 de julho. Ele é natural de Nova Russas, no Ceará.

Na Rádio Difusora Acreana, onde trabalhou por 45 anos, comandou vários programas de sucesso como o Brasil Caboclo e o Baile da Saudade.

A informação da morte dele foi confirmada pela coordenadora administrativa e comercial da Rádio Difusora, Francineide Dias, e pelo filho, o radialista Luciano Madeira.

Da redação do Notícias da Hora.