Rio Branco, Acre, 25 de setembro de 2020

“Minha palavra é mesmo que um tiro”, diz Chaguinha do Povo após abandonar base de Ilderlei

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Após longos dias sumido das capas de jornais, por seu jeito polêmico, o vereador Chaguinha do Povo (PP) reapareceu e surpreendeu à todos após anunciar sua saída da base do ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro. Chaguinha esteve ao lado do ex-gestor na maioria de seu mandato, aprovando e apoiando assuntos de interesse direto da Prefeitura Municipal.

Essa semana, em uma das sessões na Câmara Municipal de Vereadores, o parlamentar fez duras criticas ao seu ex-companheiro de política e solicitou uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar algumas ilicitudes, que segundo ele, vem acontecendo na prefeitura.

O que mais chamou atenção em seu discurso, foi ele próprio ter chamado de “imoralidade” o financiamento de R$ 15 milhões, aprovado pela casa, e feito pela prefeitura junto a Caixa Econômica Federal, para asfaltar algumas ruas de diversos bairros de Cruzeiro do Sul.  Chaguinha votou a favor do empréstimo.

“Votamos para legalizar a imoralidade desses 15 milhões aqui, que esta sendo lavado nessas ruas, que não tem nem precisão de colocar asfalto. Isso é uma vergonha”, disse o parlamentar.

Com toda essa situação, fica a indagação no ar: “de que vale mesmo, a palavra do parlamentar?!” Tirem suas conclusões.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.