Rio Branco, Acre, 15 de janeiro de 2021

Esposa de preso do Guajará diz que detentos passaram mal após comerem comida envenenada

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A esposa de um preso do Guajará (AM), que preferiu não se identificar, denunciou que pelo menos seis detentos passaram mal e foram encaminhados ao hospital do município, depois que comeram as marmitas encaminhadas para delegacia.

A mulher relatou que por coincidência chegou na unidade de saúde e encontrou o marido passando mal. Ela relata que foi informada pelo esposo que receberam as marmitas com a tampa aberta , suspeitando de envenenamento.

“Cheguei lá no hospital por uma coincidência, é meu marido estava lá na cadeira de roda, quase desmaiado, sem conseguir nem mesmo abrir as mãos e todo torto. Ele disse que todos que comemoram as marmitas passaram mal e estavam também no hospital”, denunciou a mulher.

A esposa denunciou ainda as péssimas condições da estrutura onde os presos ficam. Em Guajará os detentos são mantidos na delegacia, devido a falta de um presídio.

A equipe do Juruá em Tempo entrou em contato com o delegado de Guajará, para obter uma resposta em relação a denúncia, mas até a publicação da matéria não obteve resposta.

Atualmente, a delegacia do município não tem delegado. O responsável pelo local é um investigador. Até o fim desta matéria não conseguimos contato com o mesmo.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.