Rio Branco, Acre, 23 de setembro de 2020

Iteracre realiza atualização cadastral de famílias residentes na Floresta Estadual Afluente

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Para dar continuidade ao processo de regularização fundiária, o Instituto de Terras do Acre (Iteracre) realizou uma missão de visitas na Floresta Estadual Gleba Afluente, localizada entre os municípios de Manoel Urbano e Feijó, visando atender as demandas de atualização dos dados cadastrais e geocadastrais.

Durante 20 dias, a equipe de técnicos do Iteracre, além de realizar a atualização cadastral das famílias que residem na região, também fez o monitoramento e fiscalização quanto à presença de especuladores de terras e ocupações indevidas dentro da unidade de conservação.

Residente do lote 106, próximo à margem do rio Macapá, o senhor Alcimar Lopes da Silva demonstrou entusiasmo com a visita da equipe de técnicos do Iteracre. “A atuação do governo na região irá trazer benefícios à comunidade com a infraestrutura que não há, como abertura de ramais trafegáveis e energia elétrica, além de acesso a políticas públicas sociais, assistência técnica e possíveis linhas de crédito rural, melhorando a vida do homem no campo, principalmente em áreas de difícil acesso como a nossa, graças ao trabalho dos técnicos do estado em fazer esse cadastro para a regularização fundiária de nossas terras”, afirmou.

As atualizações geocadastrais das famílias foram realizadas diretamente nos lotes demarcados, como também, de forma presencial na Unidade de Gestão Ambiental Integrada (Ugai) do Jurupari, localizada às margens da BR-364, entre Manoel Urbano e Feijó.

Na Floresta Estadual Gleba Afluente, os técnicos do Iteracre identificaram cada lote. Ao todo, quatro ramais foram atendidos. “O Iteracre não tem medido esforços para atender a população no que tange à atualização cadastral por conta da dinâmica social de mudança de titularidade. Gostaria de agradecer ao governo do Estado que tem nos dado total apoio para que nossas atividades sejam realizadas”, declarou o diretor-presidente do Iteracre, Alírio Wanderley Neto.

O último cadastro da região foi realizado em 2017, o que reforça a importância e a necessidade da presente atualização cadastral que teve o propósito de deixar o diagnóstico das famílias que ali residem o mais próximo possível da realidade.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.