Rio Branco, Acre, 25 de setembro de 2020

Projeto instalará hortas nas escolas de rede estadual

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Alimentação saudável para os estudantes da rede estadual é um dos principais compromissos firmados pelo Governo do Estado do Acre. Por esse motivo, o Hortas nas Escolas, novo projeto da Secretaria Estadual de Educação,Cultura e Esportes, instalará hortas nas unidades estaduais de ensino. 

Inicialmente, a meta é atender dez escolas de Rio Branco, são elas: Armando Nogueira, Almada Brito, Castelo Branco, Alcimar Leitão, José Ribamar Batista, Heloísa Mourão Marques, Sebastião Pedrosa, Wilson Barbosa, Ester Maia e Belo Jardim II. 

Atualmente, o projeto encontra-se na fase de entrega de kits que contam com carrinho de mão, botas, sementes, pás, rastelos, enxadas, entre outros materiais. A primeira fase consistiu em levar os insumos e adubos para as unidades. 

O Hortas nas Escolas é coordenado pela Divisão de Merenda Escolar. De acordo com o chefe da divisão, Mauro Moura, a próxima etapa será de planejamento e de discussão das metodologias com as equipes das escolas. A ideia é que as hortas sejam plantadas pelos próprios alunos, quando eles voltarem às aulas presenciais.

 “O objetivo do projeto que é a horta não apenas como fonte alimentação, mas que seja como uma sala de aula para os professores trabalharem com os estudantes no retorno”, explica Moura. 

Abraçando o projeto

Uma das escolas que já abraçou o projeto é a Cívico-Militar Wilson Barbosa da Cidade do Povo. O gestor Albernilde Ramos conta que a instituição está aproveitando esse momento da pandemia para funcionar como um grande laboratório. “O colégio está trabalhando como laboratório porque nós precisamos conhecer as técnicas para passar para os nossos alunos”, ressalta. 

Além de estar preparando o espaço que vai receber a horta, a equipe da Wilson Barbosa também está cuidando da arborização do espaço escolar. Foram plantadas mudas de seringueira, ipê, chuva de ouro, além de 45 mudas de coqueiro ao longo da entrada do prédio. As estruturas que protegem as mudas foram produzidas pelos próprios funcionários a partir de paletes. 

Sentimento que já contagiou o autônomo José Aguiar que mora em frente à escola. Mesmo sem ter filhos estudando no local, ele é um amigo da escola que ajuda no cuidado com as mudas. Seu José conta que acompanhou a construção da Wilson Barbosa e desde então desenvolveu um carinho especial. 

“O pessoal fala assim que a Cidade do Povo é ruim, mas tem a parte boa. É obrigação nossa cuidar. Se nós não zelarmos onde nós moramos, vamos zelar o que? Depois que ficou bonito todos os vizinhos gostaram”, relata seu José. 

Aperfeiçoando o método

Outra que está entre as dez primeiras escolas que vão participar do projeto é a Sebastião Pedrosa. Uma instituição que há alguns anos já tem a cultura da horta. Com a pandemia, as mudas que existiam foram doadas aos alunos para que eles pudessem continuar cultivando em casa. 

O coordenador de ensino Marcos Sousa conta que a horta é o xodó dos estudantes. Ela também é tema de uma das disciplinas eletivas e, além do trabalho com as hortaliças e verduras, os alunos também trabalham com cultivo de plantas medicinais e com a compostagem a partir dos restos da cantina e das folhas que caem das árvores que existem no local. 

Com o novo projeto, a meta agora é ampliar o tamanho da horta. Para isso, um maior já foi reservado. “Todos aqui se envolvem, desde o funcionários aos alunos e, além dos alunos aprenderem, a horta leva lá pra cantina e eles vêem o resultado no almoço”, conta o coordenador. 

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.