Rio Branco, Acre, 30 de setembro de 2020

Servidores dos Correios fazem novo ato em Rio Branco após duas semanas em greve.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Além de Rio Branco, também estão em greve os servidores de Cruzeiro de Cruzeiro do Sul, Brasileia, Senador Guiomard, Sena Madureira e Assis Brasil.

Após duas semanas em greve, os servidores dos Correios fazem novo ato, na manhã desta segunda-feira (31), e se reúnem em frente a agência dos Correios, no Centro de Rio Branco. Os trabalhadores tornaram a levar um caixão para fazer um ‘velório’ e sepultar a privatização da empresa.

Na capital acreana, os manifestantes fizeram um caixão artesanal para fazer o ato, além de usarem bandeiras que foram estendidas na frente da agência.

A presidente Sindicato dos Correios e Telégrafos do Acre (Sintec-AC), Suzy Cristiny, informou que além de Rio Branco também estão em greve os servidores de Cruzeiro de Cruzeiro do Sul, Brasileia, Senador Guiomard, Sena Madureira e Assis Brasil.

“Estamos aqui, com um caixão, em frente ao edifício sede. Estamos aqui contra a privatização e aqueles que são a favor”, disse a presidente do sindicato.

A greve dos servidores é contra a privatização da empresa e pela defesa de garantias trabalhistas. A presidente do sindicato explicou que no ano passado eles conseguiram uma sentença normativa do TST e essa sentença foi proferida com uma validade de dois anos, o que corresponderia a um acordo coletivo. Mas, no dia 1º de agosto, a empresa teria retirado esses direitos faltando ainda um ano da validade.

Suzy disse que foram feitos alguns pedidos no processo, por meio de uma liminar e aguardam decisão da justiça. A categoria espera também que a empresa sente para negociar esta semana.

G1 entrou em contato com a empresa e foi informado pela assessoria de comunicação que deve se manifestar ainda nesta segunda, através de nota.

“Estamos ampliando a greve. Em todo país, os servidores estão ocupando para mostrar a seriedade da coisa porque está muito séria a situação”, explicou Suzy.

A presidente do sindicato disse ainda que no Acre 30% dos servidores continuam em atendimento nas agências. O ato em frente à agência deve durar até às 10 horas desta segunda.

Greve

Em greve por tempo indeterminado desde a noite do último da 17, os servidores já fizeram uma carreata pelo Centro de Rio Branco para pedir melhorias de trabalho. Além disso, eles fizeram uma manifestação em frente da agência do Centro da capital e chegaram a fechar a unidade na semana passada.

A presidente do sindicato disse que são pelo menos 79 garantias trabalhistas que envolvem desde os 30% para os carteiros, ticket alimentação, plano de saúde que, no início, era gratuito porque constava no edital, hoje eles estão pagando 50%.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.