36.1 C
Juruá
segunda-feira, julho 22, 2024

“Minha palavra é mesmo que um tiro”, diz Chaguinha do Povo após abandonar base de Ilderlei

Por

- Publicidade -

Após longos dias sumido das capas de jornais, por seu jeito polêmico, o vereador Chaguinha do Povo (PP) reapareceu e surpreendeu à todos após anunciar sua saída da base do ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro. Chaguinha esteve ao lado do ex-gestor na maioria de seu mandato, aprovando e apoiando assuntos de interesse direto da Prefeitura Municipal.

Essa semana, em uma das sessões na Câmara Municipal de Vereadores, o parlamentar fez duras criticas ao seu ex-companheiro de política e solicitou uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar algumas ilicitudes, que segundo ele, vem acontecendo na prefeitura.

O que mais chamou atenção em seu discurso, foi ele próprio ter chamado de “imoralidade” o financiamento de R$ 15 milhões, aprovado pela casa, e feito pela prefeitura junto a Caixa Econômica Federal, para asfaltar algumas ruas de diversos bairros de Cruzeiro do Sul.  Chaguinha votou a favor do empréstimo.

“Votamos para legalizar a imoralidade desses 15 milhões aqui, que esta sendo lavado nessas ruas, que não tem nem precisão de colocar asfalto. Isso é uma vergonha”, disse o parlamentar.

Com toda essa situação, fica a indagação no ar: “de que vale mesmo, a palavra do parlamentar?!” Tirem suas conclusões.

- Publicidade -
Copiar