Rio Branco, Acre, 23 de setembro de 2020

13 mil acreanos afastados do trabalho durante a pandemia não tiveram salário em julho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

De acordo com os resultados da PNAD Covid, do IBGE, das 248 mil pessoas ocupadas, 47 mil estavam afastadas do trabalho no Acre em julho de 2020.

Das afastadas, 72,3% continuaram a receber suas remunerações e o restante, 13 mil pessoas, não recebiam suas remunerações.

Pelo menos 83% dos afastamentos foram em função do isolamento social.

Além disso, das 248 mil pessoas ocupadas, 103 mil estavam no setor informal da economia. A informalidade é a soma dos trabalhadores sem carteira, trabalhadores domésticos sem carteira, empregador sem CNPJ, conta própria sem CNPJ e trabalhador familiar auxiliar.

Os dados são do Fórum Permanente de Desenvolvimento do Acre.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.