Rio Branco, Acre, 29 de setembro de 2020

Devido condições do porto, empresas enfrentam dificuldades para abastecer embarcações

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Por semana são realizados pelo menos seis abastecimentos, onde os caminhões carregam as embarcações com o combustível. Devido as condições do porto, as empresas estão encontrando grandes dificuldades para fazer o abastecimento do material. Com a erosão, as margens do rio quebram e ocasionam dificuldades para levar a mangueira até os barcos e balsas. O porto estadual foi o local determinado para fazer o transbordo do material, após a explosão de um barco no Rio Juruá, que deixou várias pessoas feridas, em estado grave e óbitos.

O combustível é levado para os municípios isolados do Acre, como Porto Walter e Mrechal Thaumaturgo, e para as cidades de Ipixuna e Eirunepé no Amazonas.José Carlos, responsável pelo abastecimento, explicou que já solicitaram a ajuda do Deracre para resolver a situação.

“É complicado demais para abastecer. O Deracre mandou uma retinha, mas é necessário um trator. Temos muita dificuldade para abastecer. Se por acaso ocorrer um incêndio lá em baixo não tem condições nem mesmo do bombeiro descer”, destacou.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.