Rio Branco, Acre, 26 de setembro de 2020

DPVAT indenizou 101 pedestres acidentados no Acre na pandemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O dia 8 de agosto passado marcou o Dia Internacional do Pedestre, uma oportunidade para lembrar que o respeito às leis de trânsito também protege quem circula a pé pelas ruas mesmo nesta pandemia do novo coronavírus, em que o fluxo de trânsito ficou reduzido durante algum tempo.

De janeiro a junho deste ano, 46.343 indenizações do Seguro DPVAT foram pagas a pedestres no Brasil, sendo que no Acre 110 vítimas receberam o seguro.

Esse número é o 2º menor do Brasil, ganhando apenas do Amapá, Estado onde o DPVAT foi pago a 101 pedestres em 2020.

Em nível de país, o número representa 29% do total de benefícios concedidos no país. De acordo com os dados da Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, entre os casos, 79% dos pagamentos (36.472) foram para vítimas que ficaram com algum tipo de invalidez permanente.

Entre os estados, a maior incidência de indenizações no primeiro semestre do ano está em Minas Gerais (5.045). Em seguida aparecem São Paulo (4.836), Mato Grosso (4.160) e Santa Catarina (2.980). Vale ressaltar que os dados de pagamento das indenizações do Seguro DPVAT retratam a realidade de acidentes em 2020 e em anos anteriores, já que levam em consideração o prazo de três anos para que o beneficiário faça o pedido.

Outros 4,6 mil foram por morte. Os pedestres são o segundo tipo de vítima que mais recebe o benefício por acidentes de trânsito, ficando atrás dos motoristas. Além disso, a motocicleta foi responsável pela maioria das ocorrências que tiveram pedestres como vítimas (29.574). Já os automóveis correspondem a 28% (12.792). Quanto à faixa etária, o grupo mais atingido é o que tem entre 25 e 44 anos, com 42% do total de indenizações.

Com informações do AC24horas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.