Rio Branco, Acre, 27 de setembro de 2020

MPAC Eleitoral e Polícia Federal vão investigar servidor da Funai suspeito de fraude nas eleições

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O Ministério Público Eleitoral do Acre recebeu uma denúncia feita pela Polícia Federal contra um servidor público da Fundação Nacional do Índio (Funai), em Santa Rosa do Purus. De acordo com a peça apresentada pelo MPAC, que instaura o inquérito criminal, o servidor estaria cadastrando indígenas peruanos como brasileiros natos, o que lhes garante o direito ao voto.

Nesse sentido, conforme a denúncia feita pela Corregedoria Regional da PF ao MPAC, “acaso reste confirmado, este fato, per si, configura a execução dos crimes de falsidade ideológica (art. 299 do Código Penal) e inscrição fraudulenta de eleitor (art. 289 do Código Eleitoral)”.

Além do inquérito criminal, o promotor de Justiça Eleitoral, Luis Henrique Corrêa Rolim, determinou que a Polícia Federal abra investigação “a fim de apurar a suposta prática dos crimes de falsidade ideológica (art. 299 do Código Penal) e inscrição fraudulenta de eleitor (art. 289 do Código Eleitoral)”.

Fonte:Notícias da hora.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.