Rio Branco, Acre, 25 de setembro de 2020

Formações de brigadistas comunitários voluntários chegam ao Juruá

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

As formações de brigadistas comunitários voluntários continuam acontecendo em todo o Estado e as duas últimas atividades foram desenvolvidas no Complexo de Florestas do Rio Gregório (CFERG), no município de Tarauacá. Dez comunitários participaram da capacitação e aprenderam como agir em ocorrências de queimadas antes da chegada das equipes do Corpo de Bombeiros.

As atividades aconteceram na Unidade de Gestão Integrada (UGAI) do Acuraua, entre 17 e 22 de agosto, e os moradores da Floresta Estadual do Rio Gregório e da Floresta Estadual do Mogno foram contemplados com os equipamentos doados pelo WWF-Brasil.

As atividades serão realizadas nas nove unidades de conservação (UCs) do Estado. O trabalho coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) é realizado em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar (CBMAC) e o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) da Polícia Militar (PMAC).

As primeiras formações aconteceram nas Áreas de Proteção Ambiental (APAs) Igarapé São Francisco e Lago do Amapá, em Rio Branco.

“A formação dos brigadistas comunitários é uma iniciativa necessária, já que são eles que podem agir de forma mais rápida para conter o avanço do fogo. Parabenizo cada um que está se voluntariando nessa tarefa”, comentou o secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani.

Os eventos estão sendo organizados pela Sema, por meio das divisões de Educação Ambiental e Áreas Naturais Protegidas nas nove UCs estaduais, sendo 8 de uso sustentável e uma de proteção integral.

Em cada comunidade serão capacitados cinco brigadistas, com atividades teóricas e práticas ministradas por técnicos da Sema e bombeiros militares do Acre. Nas aulas teóricas serão realizadas atividades interativas que abordarão as temáticas da biodiversidade, ciclos biogeoquímicos e conservação do solo e da água. Nas atividades teóricas serão utilizadas as ferramentas didáticas da mochila do educador ambiental.

Após o conteúdo teórico é realizada, pelos bombeiros militares, a dinâmica de Proteção da Terra, mostrando na prática aos participantes a ação direta do fogo no solo e suas consequências.

As atividades práticas estão sendo conduzidas pelos bombeiros militares, que dão as instruções necessárias aos participantes em relação ao uso correto dos equipamentos que formam o kit de brigadistas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.