Rio Branco, Acre, 26 de setembro de 2020

Igrejas católicas têm primeiro domingo de missas presenciais em Rio Branco após cinco meses

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Após mais de cinco meses assistindo as celebrações pela internet, os fiéis da igreja católica puderam acompanhar a primeira missa presencialmente neste domingo (6). A Diocese de Rio Branco decidiu voltar com as celebrações com restrições e apenas 30% da capacidade de fiéis por missas.Entre as regras que são seguidas pela igreja estão:

  • Limitação e 30% da capacidade dos templos;
  • Não podem participar pessoas com mais de 60 anos e crianças menores de 10 e todas aquelas que fazem parte do grupo de risco;
  • Álcool em gel para higienizar as mãos
  • Demarcação no chão para manter o distanciamento.

O consultor administrativo Adalcimar Nunes disse que acompanhou as celebrações pela internet, mas nada se compara em ir à igreja assistir a missa presencialmente. Para ele, a pandemia afastou as pessoas da igreja e é muito importante voltar para o santuário.

“É um momento muito importante porque todos os domingos eu vinha para missa fortalecer espiritualmente e ouvir a palavra de Deus, mas essa pandemia afastou todo mundo da igreja e após cinco meses estamos retornando. Essa primeira missa é simbólica pela presença na casa do Senhor, a gente acompanhava pelos meios de comunicação, mas não é igual, a energia não é a mesma e é muito importante estar na casa do Senhor e na presença de Deus”, confirmou.

Fortalecimento

O reitor da Catedral Nossa Senhora de Nazaré, padre Manuel Costa, disse que, além de adorar a Deus, outro importante objetivo é preservar a vida das pessoas durante as celebrações. Para isso, a organização se preparou e montou a celebração com todos os cuidados para segurança de todos os fiéis.

“A ideia principal é preservar as pessoas. Nesse sentido, as pessoas do grupo de risco e que tem mais de 60 anos continuem participando da eucaristia pelos meios digitais e os que vêm na igreja são aconselhados a seguir as normas de segurança. Nós, aqui da catedral, e as sete paróquias estamos tomando todas as medidas de segurança para garantir a proteção para que a pessoa venha rezar, mas sabendo que na igreja não vai encontrar uma oportunidade para ficar doente”, destacou.

O cristão destacou também que o retorno das missas presencialmente fortalece a fé. “Justamente porque sabemos que Deus em todas as circunstâncias da nossa vida está ao nosso lado. Essa fé que recebemos pela eucaristia e escuta do evangelho e o bom cristão é também um bom cidadão e segue as orientações”, concluiu.

Fonte: G1 Acre. Colaborou a repórter Aline Vieira, da Rede Amazônica Acre.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.