Rio Branco, Acre, 28 de setembro de 2020

Embaixador Israelita visita o Complexo de Peixes da Amazônia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

“Há um potencial gigante no complexo. Vejo aqui geração de empregos e oportunidade de bons negócios”. Assim definiu Yossi Sheley, embaixador de Israel no Brasil ao visitar o Complexo Peixes da Amazônia, situado na BR 364. A comitiva de Israel foi recebida no local por Beto Moretto, presidente do Conselho de Administração da Peixes da Amazônia S.A, junto de representantes do governo do Acre, como o secretário da Seict, Anderson Abreu, deputado Alan Rick e Eliane Sinhasique, secretária de Empreendedorismo e Turismo.

O complexo está inativo desde 2018 por problemas estruturais da gestão anterior à do governador Gladson Cameli, e o objetivo de Moretti e do Estado é a reativação do espaço, que tem capacidade para processar 70 toneladas de pescado por dia e produzir 10 toneladas de ração por hora, podendo gerar centenas de empregos diretos e milhares de pessoas indiretamente beneficiadas caso haja a reativação da Peixes S.A.

“O complexo tem localização em uma área estratégica para o comércio exterior e possui características necessárias para dar bons frutos, bons negócios. Nossa intenção é criar formas para que o capital estrangeiro possa sentir segurança em investir no Estado, por isso a importância dessa articulação com personalidades importantes, como Yossi Sheley”, afirma Anderson Abreu.

O embaixador conheceu as instalações da Peixes S.A, que consiste em três instalações articuladas, compreendendo as fases da industrialização da carne de peixe até chegarem embaladas e prontas para o consumo. O processo inicia na alevinagem, passa para a produção de ração na fábrica e, em seguida, vai para o frigorífico, responsável pelo processamento e embalagem do produto.

Apesar da inatividade, as máquinas e infraestrutura seguem em  bom estado de conservação. ”Está claro que esse complexo pode ser produtivo, e sempre temos (Israel) interesse em bons negócios com o Brasil, mas é preciso fazer um orçamento com os custos para viabilizar o investimento. Estou disponível para aprender e desenvolver novas oportunidades no Acre”, afirma o embaixador Yossi Sheley.

O responsável pela vinda de Sheley ao Brasil foi o deputado federal Alan Rick, que também é presidente da Frente Parlamentar de Amizade Brasil e Israel, e membro da Relações Exteriores da Defesa Nacional.

“Estive em Israel no final de 2016, participando de seminário de segurança pública, de onde trouxemos a proposta do cerco eletrônico, que ajuda a polícia acreana a reduzir o número de furtos e roubos no estado. Com o estreitamento das relações, convidei o embaixador, junto do governador Gladson Cameli, para conhecer a realidade do nosso estado e instituir boas parcerias na área da agricultura, da tecnologia, da segurança e da saúde. O encontro é uma troca de experiências, que pode prosperar num futuro próximo”, acredita Alan Rick.

Gladson Cameli já havia visitado Sheley na embaixada de Israel em Brasília, e o país contribuiu para o Acre com a doação de álcool em gel, máscaras e insumos para ajudar no combate ao coronavírus no auge da pandemia. Com tecnologia de ponta, o país asiático supera as barreiras impostas pela natureza, como a pequena extensão territorial e escassez de água potável, utilizando-se dela em vários setores de sua economia. A parceria entre o Estado do Acre e Israel pode ajudar a potencializar as virtudes de cada um, e o governo atua como facilitador desse processo, criando oportunidades de negócios e incentivos fiscais para o capital estrangeiro.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.