24.7 C
Juruá
terça-feira, fevereiro 27, 2024

13 mil acreanos afastados do trabalho durante a pandemia não tiveram salário em julho

Por

- Publicidade -

De acordo com os resultados da PNAD Covid, do IBGE, das 248 mil pessoas ocupadas, 47 mil estavam afastadas do trabalho no Acre em julho de 2020.

Das afastadas, 72,3% continuaram a receber suas remunerações e o restante, 13 mil pessoas, não recebiam suas remunerações.

Pelo menos 83% dos afastamentos foram em função do isolamento social.

Além disso, das 248 mil pessoas ocupadas, 103 mil estavam no setor informal da economia. A informalidade é a soma dos trabalhadores sem carteira, trabalhadores domésticos sem carteira, empregador sem CNPJ, conta própria sem CNPJ e trabalhador familiar auxiliar.

Os dados são do Fórum Permanente de Desenvolvimento do Acre.

- Publicidade -
Copiar
error: Alert: O conteúdo está protegido !!