Rio Branco, Acre, 15 de janeiro de 2021

Justiça dá 72 horas para Aleac se manifestar sobre rejeição de Maria de Jesus no TCE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A desembargadora Regina Ferrari, do Tribunal de Justiça do Acre, publicou um despacho nesta segunda-feira, 14, dando o prazo de 72 horas para que a Assembleia Legislativa se manifeste a cerca da rejeição da indicação da Auditora/Conselheira substituta Maria de Jesus Carvalho de Souza, para ocupar o cargo de Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE).

O pedido da magistrada do Mandado de Segurança com pedido de liminar protocolado na última sexta-feira, 11, pela Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros Substitutos dos Tribunais de Contas (Audicon).

A Associação pediu que após a suspensão do decreto a Justiça peça a nomeação e posse de Maria de Jesus e a proibição de nomear qualquer pessoa estranha para o cargo.

A justificativa da entidade é que Maria de Jesus seria a única ocupante do cargo de Conselheira-Substituta, automaticamente a 6ª vaga colocada a disposição seria dela. Isso, segundo a entidade, resguarda a composição heterogênea do colegiado e garante a máxima efetividade constitucional.

Com o prazo estipulado pela desembargadora, a decisão deve ser tomada até a próxima sexta-feira, 18.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.