Rio Branco, Acre, 27 de setembro de 2020

Maternidade de Tarauacá investe em práticas de humanização dos partos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Desde o mês de agosto, a Maternidade Ethel Muriel Geddis vem aprimorando os serviços em relação ao parto humanizado.  A intenção é proporcionar uma experiência mais satisfatória para as parturientes no município de Tarauacá.

A iniciativa baseada nas boas práticas obstétricas, colabora para um parto natural, o que contribui para a recuperação da mãe. Envoltos nesse  propósito estão os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e fonoaudiólogo.

A gerente-geral da maternidade, Laura Pontes, explica que  o projeto está em fase de aprendizado e melhorias nos atendimentos ofertados, e que o objetivo é atender a totalidade das pacientes nesse formato.

“As mudanças que estão ocorrendo são as novas técnicas utilizadas para facilitar o parto normal. As gestantes escolhem como desejam ter seu parto. A ideia é diminuir significativamente o número de partos cesáreos”, relata Laura.

O ginecologista e obstetra Paulo Favini é um dos profissionais que atuam nesse projeto, e se desloca de Rio Branco para colaborar com a proposta na maternidade do município. “O meu modo de atuação é voltado para uma obstetrícia humanizada, solidária a um dos momentos mais importantes na vida de uma mulher, que é a concepção, um momento em que prioridade é a empatia”, ressalta o médico.

Ele conta ainda que, o modelo tradicional, que era uma obstetrícia de condutas inadequadas, como o parto forçado a episiotomia (corte no períneo para bebê nascer), ficou no passado e que já não ocupa lugar na atualidade.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.