Rio Branco, Acre, 27 de outubro de 2020

Cansada de abusos, menina dá entrada no hospital e pede para morrer

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Uma menina de sete anos, que deu entrada num hospital do México, com sinais de violência e abusos sexuais, terá pedido aos médicos que a deixassem morrer. A criança disse estar cansada dos abusos de que era vítima na própria casa.

O incidente aconteceu dia 21 de agosto, quando a menina, de nome Yaz, deu entrada no hospital Las Margaritas, em Pueblo, em estado grave. A menor apresentava hemorragias internas, um pulmão em colapso, marcas de queimaduras nas costas, queimaduras de cigarros nos braços e nas mãos, e sinais de agressão sexual.

A menina foi levada ao hospital por um vizinho, que testemunhou a violência com que era tratada, e a criança, cansada da situação, pediu que a deixassem morrer, reporta o site Crime Online.

Os pais da menina, Rafael e Alejandra, foram acusados por violência familiar e abandono de uma criança. O tio da criança fugiu, sendo ele o responsável pelos abusos sexuais contra a menina.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.