Rio Branco, Acre, 27 de outubro de 2020

Em Cruzeiro do Sul candidatos ao cargo de prefeito declaram patrimônio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Como prevê a lei, os três candidatos a prefeito de Cruzeiro do Sul, nas eleições 2020, declararam seus bens à justiça eleitoral. Segundo as informações, o mdbista Fagner Sales (MDB), filho do ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, e da deputada estadual Antônia Sales, declarou apenas R$ 105 mil em bens.

Os bens de Fagner se dividem entre quotas de capital de uma firma, avaliadas em R$ 60 mil; uma casa de alvenaria, no valor de R$ 45 mil e um terreno de R$ 900. Em tese, ele seria o “mais pobre” da disputa.

Já o candidato e sargento da Polícia Militar, Adonis Souza, é o que tem mais bens em seu nome. Segundo sua declaração, seu patrimônio é de R$1.152 milhão, que seria dividido em vários terrenos e 90 cabeças de gado.

Por sua vez, o Progressista Zequinha Lima declarou ter R$ 705 mil em bens; sendo divididos em um carro, um terreno, uma casa de pouco mais de R$ 430 mil e uma caminhonete S10 avaliada em R$ 140 mil. Em 2016, quando foi candidato a vice de Ilderlei Cordeiro e foi eleito para comandar Cruzeiro do Sul por quatro anos, Lima declarou ter uma casa, no valor de R$ 250 mil; um veículo Siena, de R$ 28 mil e uma Honda Biz no valor de R$ 3 mil. Totalizando R$ 281 mil. Sendo assim, em um mandato, o candidato quase triplicou o seu patrimônio.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.