Rio Branco, Acre, 25 de novembro de 2020

Polícia Federal prende egípcio contrabandista de pessoas em Assis Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Assessoria.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Imigração e Fiscalização Alfandegária (ICE), Investigações de Segurança Interna (HSI) auxilia a Polícia Federal do Brasil na captura de um cidadão egípcio-libanês pelo contrabando de nove cidadãos iemenitas.

A Polícia Federal do Brasil recebeu uma denúncia anônima sobre o paradeiro de Hussein Mohamed Sobbih Fatouh e um grupo de nove cidadãos iemenitas na cidade de Assis Brasil, Acre, em 11 de outubro de 2020. O ICE HSI verificou as identidades e as rotas de viagem anteriores dos cidadãos iemenitas que, exceto um, foram previamente encontrados e inscritos no Programa de Alerta de Migração Transnacional de Identificação Biométrica ICE (BITMAP) no Panamá, Colômbia, Equador e Peru.

“A prisão de Sobbih Fatouh é uma grande vitória”, disse o adido do ICE para o Brasil e a Bolívia, Robert Fuentes. “Não apenas o contrabandista humano foi apreendido, mas fomos capazes de identificar nove estrangeiros de interesse especial que são uma ameaça potencial à nossa segurança nacional. Agradecemos aos nossos parceiros brasileiros por sua forte parceria no combate às organizações criminosas transnacionais. A ICE HSI está comprometida em interromper as redes de contrabando de pessoas que minam nosso sistema de imigração e colocam inúmeras pessoas em risco ao fazê-lo.”

Os esforços de investigação colaborativa da HSI Brasil com a Polícia Federal do Brasil revelaram que Sobbih Fatouh, residente no Brasil, tem viajado frequentemente entre o Brasil e o Peru e faz parte de uma Organização de Contrabando Humano de Estrangeiros de Interesse Especial (SIA) maior que opera no Brasil e além. A Polícia Federal do Brasil e a HSI Brasil continuarão investigando e esgotando todas as pistas para o prosseguimento da investigação criminal binacional.

Esta é uma investigação conjunta do Governo do Brasil-ICE com apoio significativo do Programa de Alerta de Migração Transnacional de Identificação ICE (BITMAP) e da Interpol Brasília.

O Programa de Alerta de Migração Transnacional de Identificação Biométrica ICE (BITMAP) é uma iniciativa que preenche bancos de dados biométricos com dados coletados de estrangeiros de interesse especial, criminosos violentos, fugitivos e terroristas confirmados ou suspeitos encontrados em caminhos ilícitos. Esses dados ajudam a HSI a formar imagens estratégicas das tendências, redes e indivíduos conectados a esses caminhos.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 04/12, uma operação para combater a ação de uma Organização Criminosa que atuava no processo de extração ilegal de aroeira na região da Terra Indígena Sararé

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.