Rio Branco, Acre, 30 de novembro de 2020

Quatro são condenados a mais de 100 anos pela morte de detento em cela do FOC

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações G1
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Emerson Galdino de Souza chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu e morreu no Complexo Penitenciário de Rio Branco. Caso ocorreu em agosto de 2018 e julgamento dos acusados foi na última sexta-feira (16) na 2º Vara do Tribunal do Júri.

Os quatro presos acusados de matarem o detento Emerson Galdino de Souza, de 19 anos, em agosto de 2018 dentro de uma cela do Complexo Penitenciário de Rio Branco, foram condenados a penas que somadas ultrapassam os 100 anos. O julgamento do grupo ocorreu na última sexta-feira (16) na 2º Vara do Tribunal do Júri.

A vítima morreu após ser agredida pelos companheiros de cela. Na época, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) não informou que tipo de agressão a vítima tinha sofrido. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas Souza morreu antes de ser levado ao hospital.

Entre os acusados estão Marcelo Pereira do Nascimento dos Santos; Felipe dos Santos; Geovani de Souza Lima e Izaquiel de Lima Machado. Os quatro foram condenados pelo crime de homicídio com as qualificadoras de motivo torpe, meio cruel e do uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

O G1 entrou em contato com a advogada dos quatro condenados, Ana Paula Diniz, mas até última atualização desta reportagem não obteve resposta.

Marcelo dos Santos foi condenado a mais de 27 anos, Felipe dos Santos a mais de 19 anos, Geovani Lima a mais de 27 anos e Izaquiel Machado também a mais de 27 anos. Todos em regime inicial fechado e com direito de apelar em liberdade negado.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.