Rio Branco, Acre, 28 de novembro de 2020

Polícia Civil trabalha com todas as hipóteses a respeito da morte de coordenador de campanha de Minoru

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações do Notícias da Hora.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O delegado titular, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Ricardo Casas, abriu inquérito para apurar a morte do coordenador de campanha de Minoru Kinpara, Levy Andrade. Ele foi morto na tarde de ontem (22) em uma residência do bairro Hélio Melo, região da Sapolândia.

A Polícia Civil disse por meio de sua assessoria que trabalha com todas as hipóteses para o caso. Adiantou também que há equipes nas ruas fazendo diligências com o intuito de prender os autores desse homicídio que chocou a classe política do Acre, isso porque trata-se de alguém ligado ao pleito eleitoral.

“A Polícia Civil já deu início às investigações, têm equipes nas ruas fazendo as investigações, trabalhando com todas as hipóteses, nenhuma é descartada”, disse a assessoria da Polícia Civil.

Além de coordenar a campanha de Minoru nos bairros, Levy era líder comunitário do bairro Hélio Melo. A morte dele causou reação e manifestação de apoio à família e ao candidato Minoru Kinpara. O candidato do Progressistas Tião Bocalom pediu uma investigação célere sobre o caso.

Daniel Zen, do Partido dos Trabalhadores, também seguiu linha semelhante. O candidato petista se solidarizou com os membros da campanha, com o candidato Minoru e a família de Levy.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.