Rio Branco, Acre, 26 de novembro de 2020

Policial penal do Acre é medalha de prata no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O acreano Leandro dos Santos Oliveira conquistou o segundo lugar na categoria faixa azul/meio pesado no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu 2020, promovido pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE). Servidor público, o policial penal venceu três adversários e perdeu a final na disputa de pontos, o que lhe garantiu a medalha de prata.

O campeonato aconteceu em Caieiros, município do estado de São Paulo entre os dias 23 e 25 de outubro. Mais de 2 mil atletas participaram da competição.

Já em solo acreano, Leandro foi recebido na tarde desta segunda-feira, 26, pelo presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), órgão onde o servidor realiza suas atividades profissionais.

“Eu quero aqui te parabenizar pelo desempenho no campeonato, o que muito nos orgulha. Como policial penal, você também representou muito bem a nossa categoria e isso é importante e só abrilhanta e dá visibilidade tanto para a categoria quanto para a instituição. Além disso, inspira os colegas e a nossa juventude acreana”, disse o presidente do Iapen, Arlenilson Cunha.

Na ocasião, o policial penal recebeu um Certificado de Menção Honrosa pelo zelo, dedicação e compromisso com o qual cumpre as atividades no âmbito do Sistema Prisional acreano e pelo desempenho no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu 2020.

Preparação

O atleta explicou que iniciou a preparação há um ano e nove meses, mas que teve os treinos interrompidos devido à pandemia de Covid-19, retornando às atividades 15 dias antes da competição. “Além da pandemia, eu havia machucado o joelho e estava sem condições de treino. 15 dias antes da competição, eu retornei à rotina de preparação”, explicou Leandro.

Dedicado ao serviço, Leandro destacou que uma dificuldade é conciliar a rotina de trabalho nos plantões de 24 horas e os três treinos semanais. “Quando as competições se aproximam, esses treinos são intensificados e eu passo a treinar três vezes por dia, deixando de trinar somente no domingo e nos dias de serviço”, ressaltou

O comprometimento do policial penal não para por aí. Leandro também faz parte do banco de instrutores do Curso Operacional Integrado (COI) da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública e da Escola do Servidor Penitenciário (ESP), responsável pela instrução e capacitação dos profissionais do Iapen e que também auxilia outras instituições da segurança.

“Outra atividade a conciliar é a de instrutor, eu sou um dos responsáveis pelas instruções de armamento e tiro, bem como técnicas de intervenção penitenciária da escola e quando estou escalado nessa missão, preciso reajustar os treinos”, afirmou.

Em busca de superação

Treinado pelo mestre faixa preta 4º grau,  Stênio de Oliveira, também conhecido como Ferinha, na Academia Samurai Gold Team, o atleta agora busca conquistar o Campeonato Mundial que acontecerá em dezembro, em São Paulo, capital. “Eu já participei no ano passado, ainda como faixa branca, e conquistei a medalha de prata. Agora vou em busca da medalha de ouro na categoria faixa azul/meio pesado”, finalizou.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.