Rio Branco, Acre, 30 de novembro de 2020

Afastamento do juiz Giordane Dourado vai parar em sabatina no Senado Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações da Folha do Acre.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O caso do afastamento do juiz eleitoral Giordane Dourado, da 9ª Zona Eleitoral de Rio Branco, foi levado até o Senado Federal pelo senador Sérgio Petecão (PSD/AC).

Petecão aproveitou a sabatina ao futuro ministro do Supremo Tribunal Federal, Kassio Nunes, para falar sobre o caso que ocorreu em Rio Branco na última semana.

“Desembargador, um fato aconteceu no meu estado e gostaria que o senhor me falasse qual o seu entendimento da situação. Um juiz eleitoral foi afastado porque sua esposa trabalhava no gabinete de um deputado estadual que agora disputa as eleições para prefeito; mas ela já trabalhava no gabinete durante anos. Diante disso, a Justiça entendeu que tinha que afastar o juiz porque a esposa dele trabalhava para o candidato. Quero saber o que o senhor pensa sobre isso”, questionou o senador.

O juiz Giordane comentou sobre a iniciativa de Petecão em levar o caso ao Senado.

“O meu afastamento da jurisdição eleitoral foi comentado no Senado durante a sabatina ao futuro ministro do STF Kassio Nunes. Estou agora esperando o TRE/AC decidir, com urgência, sobre o caso; já que fui afastado por decisão monocrática, e não por ato da Corte Eleitoral”, disse o magistrado.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.