Rio Branco, Acre, 1 de dezembro de 2020

Polícia identifica vizinho suspeito de matar homem após discussão por demarcação de terra no Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações G1 Acre
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Polícia Civil identificou o vizinho suspeito de balear e matar o produtor rural Claudomir Bezerra de Freitas, de 52 anos. O crime ocorreu nessa segunda-feira (26), no ramal São Joãozinho, no quilômetro 90 da Estrada Transacreana, na zona rural de Rio Branco.

O delegado responsável pelo caso, Marcos Cabral, disse que foram colhidas as informações no local e que duas testemunhas que presenciaram o fato devem ser ouvidas nesta quarta-feira (28). O nome do suspeito não foi divulgado.

No dia do crime, a vítima estava reconstruindo uma cerca que fazia divisão das terras e que tinha sido delimitada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). No entanto, o vizinho não teria concordado com o limite e eles acabaram discutindo.

Foi quando o suspeito acabou efetuando um disparo de arma de fogo que atingiu o abdômen de Freitas. A vítima morreu no local antes de receber socorro.

“Nossa equipe colheu as primeiras informações e, de início foi identificada a autoria do delito, que seria um outro produtor rural. O que realmente culminou com a discussão e posterior disparo de arma de fogo foi essa questão da cerca que a vítima estava fazendo e o autor não concordava. Alguma coisa pretérita, nós estamos investigando, colhendo maiores informações para que a gente possa colocar no inquérito policial o mais perto possível da verdade”, disse o delegado.

A defesa do suspeito entrou em contato com a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) dizendo que ele tem interesse de se apresentar para esclarecer os fatos.

“Como ele não foi capturado logo após o crime e não estava sendo perseguido, então não tem elementos suficientes para que seja preso em flagrante. Mas, já foi instaurado o inquérito, juntado aos autos relatório policial, enfim, está bem encaminhado. Só temos a informação de que ele iria se apresentar e nós estaremos aqui para colher o interrogatório dele. Vamos marcar uma data futura, que seja conveniente para a investigação”, afirmou Cabral.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.