Rio Branco, Acre, 28 de novembro de 2020

Governo inicia entrega de 75 toneladas de alimentos para indígenas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), iniciou nesta sexta-feira, 30, a entrega de cestas básicas para comunidades indígenas. Com investimento de aproximadamente R$ 700 mil, 75 toneladas de alimentos, distribuídos em 3.450 cestas básicas vão chegar a famílias de 18 Terras Indígenas do Acre.

As Terras Indígenas Mamoadate, Cabeceira do Rio Acre e Riozinho Iaco, onde vivem os Manchineri e Jaminawa, no município de Assis Brasil, receberam cerca de 100 cestas básicas. O secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani, realizou a primeira entrega e explicou que o cronograma vai acontecer durante três meses.

O recurso não reembolsável foi destinado pela República Federal da Alemanha e o Reino Unido por meio do KfW (Banco de Desenvolvimento da Alemanha) como pagamento por resultados da Redução de Emissões de Gases de Efeito Estufa Provenientes do Desmatamento e da Degradação Florestal (REDD+).

A estratégia adotada pelo governo do Estado, por meio da Sema, em parceria com o Programa REM, trata-se de uma medida emergencial motivada pela pandemia de Covid-19, causada pelo vírus SARS-CoV-2 ou Novo Coronavírus, que também afetou as comunidades indígenas do Acre.

É importante citar que todas as ações estão sendo acompanhadas e orientadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai). Uma das recomendações do órgão federal em relação à entrega das cestas é que o governo do Estado possa dar o maior suporte logístico possível, com a disponibilização de veículos (caminhões e barcos) para o transporte das cestas de alimentos até o destino das mesmas. A Sema, por ocasião do encontro com as lideranças indígenas, providenciou a logística adequada para entrega das primeiras unidades no município de Assis Brasil.

“Essa é apenas uma das estratégias adotadas. Estamos atualizando e construindo junto com as lideranças indígenas os Planos de Gestão Ambiental e Territorial. Como as lideranças já estavam em Rio Branco, realizamos a primeira entrega. As cestas básicas serão levadas para a comunidade e ao longo deste mês de novembro faremos a entrega das demais cestas”, disse o secretário Israel Milani.

O critério de escolha das comunidades selecionadas, que contemplou mais de 50% das Terras Indígenas do estado, foi definido pela equipe da Sema, em articulação com o líder indígena do Governo, Manoel Kaxinawa.

“Essas cestas vão ajudar algumas famílias mais necessitadas e sabemos que essa não é uma política de governo, apenas uma medida emergencial motivada pela pandemia que afeta a todos. Estamos num diálogo importante com o governo para atualizar e construir os planos de gestão indígenas e outras políticas voltadas ao nosso povo”, disse Saba Manchineri, liderança indígena da comunidade Mamoadate.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.