Rio Branco, Acre, 25 de novembro de 2020

Marcio Bittar diz que Brasil pratica “preservação radical” na Amazônia para atender interesse estrangeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O senador Marcio Bittar (MDB/AC) voltou a defender a soberania do governo brasileiro sobre a Amazônia. Segundo ele, países como os Estados Unidos e da Europa, como a Noruega e Alemanha, por exemplo, não podem interferir nas decisões de uso do território amazônico.

“Deixemos de crescer, de produzir, de avançar em nome de uma preservação radical em detrimento do desenvolvimento do homem. Queremos isso? Cederemos nossa autonomia e soberania para deixarmos para os progressistas americanos e europeus decidirem o uso do nosso território?”, questiona Bittar.

Marcio Bittar é autor do projeto de lei em tramitação no Senado que acaba com a reserva legal em imóveis rurais. O projeto revoga o capítulo que trata da reserva legal no Código Florestal (Lei 12.651, de 2012). Além disso, Bittar é um ferrenho defensor das ideias do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido).

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.