Rio Branco, Acre, 24 de janeiro de 2021

Bocalom diz que vitória é de Deus e que sua gestão será com pessoas de ‘ficha limpa’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações do ContilNet
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Enquanto era ovacionado em cima do trio elétrico por centenas de apoiadores, o futuro prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom – vitorioso nas eleições do 2º turno com 104.746 votos -, disse que a vitória é de Deus e não do povo.

“O momento é de deus e não nosso. Ele nos trouxe a esse momento. Momento bonito e alegre. Obrigado a cada um dos mais de 100 mil votos que obtive agora. A cada um que saiu nas ruas e pediu voto para o projeto produzir para empregar”, argumentou o progressista.

Bocalom estava ao lado da sua vice Marfisa Galvão – a quem chamou de “mãezona de Rio Branco” -, do senador Sérgio Petecão (PSB), da senadora Mailza Gomes (Progressista) e de outros políticos.

“Obrigado, Mailza. Só a senhora teve a coragem de enfrentar o governador e todos os demais que não nos queriam. Obrigado, Petecão, por você colocar à disposição a sua amada e princesa Marfisa, que será a grande mãezona de Rio Branco”, continuou.

Bocalom reforçou a ideia de que foram 18 anos de luta para conquistar seu lugar.

“Obrigado a cada um de vocês e todos que participaram desse processo para que chegássemos até aqui. Em nome de todos os que lutaram. Foram 18 anos de muita luta”, concluiu.

Sobre seu secretariado, o futuro prefeito disse que ainda não pensou em nomes para os cargos, mas que usará pessoas com perfis técnicos e com ficha limpa.

Quando questionado sobre a relação que terá com o Governo do Estado, destacou que a prefeitura precisa do executivo para fazer um bom trabalho e que terá o contato mais pacífico possível.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.