Rio Branco, Acre, 18 de janeiro de 2021

Acre tem mais de 1,3 mil casos de sífilis registrados em 2020, aponta Saúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Entre janeiro e fevereiro de 2020, o Acre registrou mais de 1,3 mil casos de sífilis. O número é 41% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados mais de 2,2 mil casos da doença.

Os dados são do Núcleo de Infecções Sexualmente Transmissíveis da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). A queda no registro da doença pode estar relacionada a subnotificação, devido a pandemia de Covid-19.

A investigação apontou que, nos primeiros 11 meses deste ano, o Acre registrou um total de 886 casos de sífilis. No mesmo período de 2019, foram 1.624 casos, uma redução de 45,4%. O número total de casos de sífilis em 2019 foi de 1.758. Em relação à sífilis em gestantes, foi notificada entre janeiro e novembro de 2019. No mesmo período do ano passado, foram notificados 386 casos, uma redução de 28,6%.

“A subnotificação que a gente entende que está acontecendo este ano é com relação à sífilis adquirida, porque é um tipo de agravo que afeta homens e mulheres não grávidas. Então, existe um pouco mais de dificuldade com esse público para poder trazer para fazer teste e tratamento. Já com relação à sífilis congênita e em gestantes, a gente vem trabalhando com os profissionais de saúde os protocolos clínicos atualizados e agora estamos tendo esse resultado”, explica a responsável técnica pela vigilância da sífilis no estado, Cheila Maria Leão.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.