Rio Branco, Acre, 18 de janeiro de 2021

Polícia do AC faz operação contra grupo que aplicava golpes no fisco por meio de empresas fantasmas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações G1 Acre
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Após dois meses de investigações, a Polícia Civil do Acre desencadeou, nesta quarta-feira (2), a “Operação Omaggio” e cumpriu 20 mandados de busca e apreensão e mais quatro de prisão preventiva. Foram cumpridos 16 mandados em Rio Branco, um em Feijó, no interior do Acre, e outro na cidade de Cuiabá, no Mato Grosso.

As investigações começaram no mês de setembro após a apreensão de uma carga de frangos. Na época dois empresários foram presos quando tentavam entrar no Acre com a carga de frios com documentação irregular. O balanço da operação foi apresentado na manhã desta quarta, no auditório da Polícia Civil em Rio Branco.

“A Operação é em decorrência de uma investigação suplementar à primeira prisão que foi feita em setembro, de crime contra o ordem tributária e agora o objetivo dela era atacar uma organização criminosa montada para fraudar o fisco”, contou o delegado Pedro Resende, responsável pelas investigações.

O delegado informou que a quadrilha atuava buscando pessoas de baixa renda para abrir empresas fantasmas, por onde eles faziam as compras para se livrar de fazer o pagamento de impostos.

“Eram quatro empresários que cooptaram uma quinta pessoa para encontrar pessoas de baixa renda que cedessem documentos para abrir empresas fantasmas. Essas empresas, uma vez abertas, faziam as compras para não passar por dentro do CNPJ das reais empresas proprietárias das cargas”, explicou.

Todas as empresas fantasmas movimentaram em torno de R$ 17 milhões o que gerou de tributos depois de multas e juros, algo em torno de R$ 4 milhões.

Resende disse que só na primeira ação, quando foi apreendida a carga de frangos e frios, vendida depois da prisão em flagrante, na época, foi arrecado em torno de R$ 170 mil, mais o caminhão. Com a deflagração da operação nesta quarta foram apreendidos R$ 4,5 milhões em nove contas bancárias e a sequestro de 11 veículos.

Colaborou Tálita Sabrina da Rede Amazônica Acre

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.