Rio Branco, Acre, 5 de março de 2021

Após 10 anos, hospital do Acre é condenado a pagar R$ 20 mil por morte de bebê

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações do G1 Acre.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Hospital Santa Juliana, em Rio Branco, foi condenado a pagar R$ 20 mil pela morte de um bebê após o parto em 2010. A sentença foi divulgada pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) e cabe sentença.

O casal entrou na Justiça após o filho morrer três dias após o nascimento. Segundo o advogado de defesa, a criança passou do tempo de nascer e foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após o parto, mas não resistiu.

“Na época, era o primeiro filho do casal, primeira gestação. Ela fez todo pré-natal, chegou por volta de 1 hora da manhã e só por volta do meio-dia que fizeram o parto. Demorou muito, o bebê foi para UTI e morreu três dias depois”, explicou o advogado do casal, Lázaro Barbosa.

Ao G1, o Hospital Santa Juliana afirmou que a assessoria jurídica da unidade avalia a situação e, por enquanto, não vai se pronunciar.

Falta de exame

Ainda segundo a sentença, a Justiça detectou que faltou a realização do exame eco-doppler por parte da equipe. O procedimento iria identificar se a criança tinha oxigenação, como estavam os batimentos cardíacos

“A juíza verificou a ausência do exame, que iria dizer se o médico faria o parto cesariano ou normal. Era o primeiro filho, mas foi negligência porque ela já teve outros dois filhos e não teve problema.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.