Rio Branco, Acre, 25 de janeiro de 2021

Deputado Pedro Longo pede que o Detran regularize os meios de atuação dos despachantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O deputado estadual do PV, Pedro Longo, apresentou nesta terça-feira, 1, durante a sessão da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), uma indicação para que o governo do Estado, por meio do Departamento de Estadual de Trânsito (Detran), regularize os meios de atuação dos despachantes documentalistas.

Segundo o parlamentar, os despachantes representam 70% dos atendimentos do Detran. “Os funcionários preferem trabalhar com os despachantes, porque os formulários chegam preenchidos corretamente. E não é qualquer um que se regulariza como despachante, há uma série de exigências”, frisou Longo.

Na indicação, o deputado defende que é emergencial a intervenção e adequação dos procedimentos para o atendimento das demandas, que estão estagnadas por exigência incompatível com a norma retrocitada.

“Resolveram, de uma hora para outra, passar a exigir os clientes dos despachantes, que fossem presencialmente ao cartório reconhecer firma de uma procuração, em meio a pandemia. Isso não faz sentido, pois o despachante é credenciado pelo poder público para representar o cliente. E mais, não temos denúncias de irregularidade. Na prática, isso significa extinguir uma categoria. Não há a menor necessidade que isso ocorra. Os nossos despachantes e autoescolas são compostas por homens e mulheres sérias, por isso peço esse apoio ao Estado”, salientou o deputado.

Pedro Longo também sugeriu que o Detran retire a orientação, que prejudica a categoria dos despachantes e põe em risco a saúde das pessoas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.