Rio Branco, Acre, 30 de julho de 2021

Família cobra justiça por menina de 12 anos estuprada em Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com reportagens de Beatriz Santos, do Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A mãe de uma menina de 12 anos, estuprada em julho, buscou a imprensa nesta terça-feira (29) para pedir justiça no caso que até agora está sem respostas. De acordo com a denúncia, a garota teria sido violentada pelo próprio tio.

“Eu procurei a delegacia no dia 24 de julho e até agora ninguém tomou providência. O agressor está solto, e a vida da minha filha e da minha família foi destruída. E eu quero justiça. A minha filha desenvolveu síndrome do pânico e já tentou tirar a própria vida”, conta a mãe que disse que não teve retorno da polícia.

De acordo com a família, exames comprovaram que a menina havia sido violada. “A minha filha não consegue mais estudar, não sai de casa, não confia mais em ninguém. E a única coisa que eu peço é ajuda. Ela já tentou se matar com uma faca, com comprimidos”, conta a mãe.

Ainda segundo relato, o agressor teria esfregado o órgão genital no rosto da menina durante o abuso; o que teria gerado um trauma na menina, que desenvolveu pânico.

Segundo o delegado Leonardo Neves, o caso está sendo julgado pela Justiça. “A gente entende a situação da mãe, em um caso desse muito difícil; mas, o processo tem trâmites. As provas corroboram com a denúncia e contribuem com a possível prisão do acusado”, explica.

O processo foi encaminhado pela polícia para a justiça responsável por julgar o caso.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!