Rio Branco, Acre, 4 de março de 2021

História acreana: Chico Mendes celebraria 76 anos se estivesse vivo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O líder seringueiro Chico Mendes completaria 76 anos nesta terça-feira, 15, se estivesse vivo. Assassinado em 22 de dezembro de 1988, por grileiro de terras Darly Alves, o acreano deixou um legado de luta pela Amazônia e os povos da floresta.

Conhecido mundialmente, Chico se tornou um dos maiores ambientalistas da América Latina, e ecoou a voz dos povos da floresta, tornando-se mensageiro da defesa de políticas públicas ambientais pautadas no desenvolvimento sustentável, conservação, inclusão social e cidadania.

De 15 a 22 de dezembro, o Comitê Chico Mendes realiza a Semana Chico Mendes 2020. A 31ª edição, devido a pandemia, acontece de maneira remota, com 20 horas de programação e a participação de lideranças da linha de frente da luta ambiental do Brasil.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.