Rio Branco, Acre, 1 de março de 2021

Justiça determina afastamento da diretora do Imac, Adelaide de Fátima

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O juiz Raimundo Nonato, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco, determinou o afastamento cautelar da empresária Adelaide de Fátima Oliveira, diretora do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac). O pedido já havia sido feito, anteriormente, pelo Ministério Público Federal, mas foi ignorado pelo governo.

A diretora foi denunciada pelo MPF pelos crimes de falsidade ideológica, por dificultar a fiscalização do Poder Público em questões ambientais e por adquirir madeira sem licença válida.

O MPF informou que as nomeações para cargos públicos, ainda que em comissão, devem observar os princípios constitucionais de legalidade, impessoalidade, publicidade e eficiência.

Além disso, o órgão reforça que Adelaide é presidente do sindicato do setor madeireiro e proprietária de uma empresa madeireira, o que caracteriza conflito de interesses. Além de que o ocupante de cargo ou emprego público no poder Executivo deve agir de modo a prevenir e impedir possível conflito de interesses e a resguardar informação privilegiada.

Fonte: Notícias ao Minuto.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.