Rio Branco, Acre, 6 de março de 2021

Manaus volta a registrar grandes filas para fazer enterros

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
A capital amazonense registrou, no último domingo (27), uma grande quantidade de enterros. Em vídeo que viralizou nas redes sociais, é possível ver uma enorme fileira de carros de parentes na entrada do Cemitério Nossa Senhora Aparecida, localizada no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Segundo o último informe funerário divulgada pela Prefeitura de Manaus, foram registrados 49 sepultamentos nos cemitérios de Manaus no último domingo (27). Desses, 41 foram nos espaços gerenciados pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), sem opção por cremação e sem óbitos oriundos de outras cidades. Já nos cemitérios particulares, oito enterros foram realizados.

Entre as causas das mortes do total de sepultamentos nos cemitérios públicos da capital do Amazonas, 11 foram declaradas como Covid-19 e nos espaços privados foram quatro registros de óbitos pelo novo coronavírus. Entre outras causas estão parada respiratória e parada cardiorrespiratória e outras seis por causas desconhecidas ou indeterminadas.

O município informa ainda que houve o registro de 10 óbitos em domicílio e que, do total de sepultamentos nos cemitérios públicos neste dia, oito foram atendidos pelo serviço SOS Funeral, coordenado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Hospitais lotados

No último domingo (27), o Hospital Santa Júlia, publicou um comunicado informando que atigiu 100% de sua capacidade de ocupação para internações. O comunicado do hospital particular ressaltou também um apelo para a população retomar os cuidados essenciais para o combate à pandemia que ainda assola todo o país.

Conforme o Boletim Diário de Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) de domingo (27), o Amazonas registrou 95 novas hospitalizações em um único dia. Esse é o maior número de internações desde o dia 15 de maio, quando foram registradas 82 hospitalizações. Dessas internações  88 são na capital e apenas 7 no interior, o que obrigou a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas(SES-AM) a acelerar a mudança de perfil das unidades da rede estadual na capital.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.