Rio Branco, Acre, 24 de janeiro de 2021

MP investiga entrada de adolescentes e indígenas de Assis Brasil em casas de prostituição do Peru

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Ministério Público do Acre (MP-AC) está investigando a possível entrada de adolescentes e indígenas do Acre em casas de prostituição em Iñapari, no Peru. As investigações começaram após denúncias, em 2019.

Segundo o MP, as meninas seriam moradoras da cidade de Assis Brasil e teriam em média a faixa etária de 14 anos. Apesar da apuração, ainda não há fatos concretos.

Em entrevista à imprensa local, o promotor substituto de Assis Brasil, Thiago Marques Salomão, disse que o MP chegou a afirmar que as adolescentes seriam vítimas de tráfico e exploração sexual.

Por outro lado, as investigações apontam que as garotas teriam ido sozinhas para o país vizinho. Autoridades peruanas e brasileiras, como conselheiros tutelares, policiais, Secretaria de Assistência Social e outras, devem se encontrar para debater sobre o assunto em breve. O encontro foi adiado devido a pandemia e ainda não tem nova data definida.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.