Rio Branco, Acre, 7 de março de 2021

Alex Thomas é ouvido pela polícia após comparar acreana com Eliza Samúdio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O influenciador Alex Thomas prestou depoimento na Delegacia da 5ª Regional, em Rio Branco, nesta terça-feira (2) sobre a postagem que fez no Instagram comparando a influenciadora Ludmilla Cavalcante à Eliza Samúdio.

Thomas foi intimado na última sexta (29) após Ludmilla prestar queixa contra ele por ameaça. O influenciador digital confirmou à reportagem que foi na delegacia e ouvido pelo delegado Nilton Boscaro, responsável pelo caso. Ludmilla Cavalcante e Thomas teriam um desentendimento antigo, mas ele alegou desconhecer Ludmilla.

“Vamos aguardar o que a Justiça vai fazer. O delegado orientou sobre os próximos passos. Na verdade, não conheço ela [influenciadora]”, afirmou.

O delegado Nilton Boscaro explicou que não pode revelar muitos detalhes sobre o depoimento de Thomas, mas a polícia segue com diligências e aguarda um relatório dos investigadores sobre algumas ações determinadas.

“Assim que tiver algum juízo de valor a respeito da tipicidade ou não da prática dessas infrações penais ao juízo da Polícia Judiciária, vamos encaminhar o processo de investigação criminal, um termo circunstânciado opinando pelo arquivamento ou pelo desenrolar na fase judicial. As diligências estão sendo tomadas e aguardamos o encaminhamento das peças produzidas pelo Ministério Público e, na sequência, devemos concluir a investigação criminal”, pontuou.

Postagem polêmica

A postagem foi feita na terça-feira (26) durante uma brincadeira que viralizou no Instagram do influencer. O jogo consiste em compartilhar uma caixa de perguntas nos stories da rede social com a pergunta: “Com quem eu pareço”, mas Alex pediu que as pessoas citassem nomes de moradores de Rio Branco e ele falaria com qual personalidade aquela pessoa parecia.

E foi ao comparar uma mulher que ele usou a imagem de Eliza com a frase “Uma hora ela encontra o Bruno dela”. A publicação acabou causando a repercussão negativa. O Ministério Público Estadual (MP-AC) recebeu uma denúncia e passou a investigar o caso. Segundo o MP, a investigação foi motivada por indícios de apologia ao crime, já que Eliza Samudio foi vítima de feminicídio.

Após repercussão, influencer apagou postagem e substituiu por outra  — Foto: Reprodução

Uso indevido de imagem

Para fazer referência à influenciadora com quem tem o desafeto, Thomas usou a logomarca da loja Ludi Comésticos. Por isso, a dona da loja, Ludmilla Flores, também registrou um boletim de ocorrência on-line contra o influenciador. No entanto, segundo o delegado da 5ª Regional, essa denúncia não chegou até ele ainda.

A empresária informou que o influenciador já usou a logomarca da empresa dela para fazer referência à Ludmilla Cavalcante outras vezes. Ela acrescentou que soube da briga entre os influenciadores, mas que nunca tinha se envolvido por achar que não passava de fofoca.

“Não sigo a página dele, não sigo ele e nunca participei disso. Mandei mensagem para ele no dia pedindo para desvincular e ele falou que iria retirar. Em seguida, ele fez outra postagem com outra personagem e anexando a logomarca da minha empresa. Quando vi que não ia parar, fiz o boletim de ocorrência porque achei terrível. Não tenho nada a ver com a história e passei a ver o nome da minha loja em vários noticiários. Trabalho com produtos para mulheres, só trabalho com mulheres e, como mulher, me senti ofendida também”, relatou.

Medida protetiva

Em reportagem publicada no último dia 29, a influenciadora Ludmilla Cavalcante afirmou que Thomas faz algumas postagens agressivas e maldosas em relação a ela há algum tempo. Contudo, ela diz desconhecer os motivos para essas postagens.

Ludmilla contou que já denunciou Thomas na Justiça há mais de um ano devido a injúrias e difamações que ele faz contra ela nas redes sociais. O processo está em andamento.

“Era algo que estava me afetado e prejudicando minha imagem. Fiz o boletim, o processo está correndo e agora foi feito outro boletim, meu advogado vai tomar todas as medidas necessárias e estou à disposição também do MP para juntar os processos ou algo assim”, declarou.

Ludmilla revelou ainda que tem uma filha pequena, assim como Eliza na época do crime, e se sentiu ameaçada. Mesmo trocando a imagem da mulher assassinada, o influenciador colocou uma foto da personagem Irene, da novela A Força do Querer, da Globo, que tem uma morte trágica ao cair de um elevador.

A influenciadora afirmou ainda que pediu medida protetiva contra Thomas. “Quero deixar claro que não tenho rixa com ele, nunca fiz nada, nunca tive contato com ele, se ele falar que teve quero que prove. [Ataca] eu e todas as mulheres da cidade. Todo mundo que acompanha sabia que ia chegar nesse ponto, os ataques sempre foram pesados, imorais e antiéticos”, concluiu.

Pedido de desculpas

Na quarta-feira (27), o digital influencer disse que logo após a postagem e a repercussão, ele apagou o quadro e mudou a comparação.

“A intenção não foi essa, mas, muitas pessoas não entenderam. Já fiz a retratação, pedi desculpa e se alguma mulher se sentiu ofendida também, peço desculpa. Acho que foi o certo a fazer [se retratar no próprio quadro no storie]”, afirmou.

Investigação do MP

Assim que teve conhecimento da postagem, o Centro de Atendimento à Vítima (CAV), do MP-AC, encaminhou o caso à promotoria competente. Conforme o órgão, em tese, o post configura apologia ao crime, cuja pena é detenção, de três a seis meses, ou multa.

O MP informou que vai ser apurado se houve eventual responsabilidade criminal. Além disso, o CAV avalia adoção de outras medidas, inclusive de caráter preventivo. Isso porque, segundo o órgão, esse tipo de publicação é “inaceitável”, especialmente porque o Acre lidera o ranking nacional de feminicídio.

  • Fonte: G! Acre.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.