22 C
Juruá
sexta-feira, agosto 19, 2022

Através de Petecão, Bittar e Mara Rocha ‘pedem a cabeça’ de jornalistas, sindicato reage

Por

O clima esquentou durante a reunião da bancada federal com o governador Gladson Cameli. Senador Sérgio Petecão, coordenador da bancada federal do Acre, apresentou relatório de autoria dos gabinetes do senador Marcio Bittar e Mara Rocha em que aponta supostos ‘ataques’ de comunicadores nas redes socais. Petecão apresentou a queixa dos parlamentares afirmando que os mesmos que realizam tais ‘ataques’ receberiam indiretamente verba do governo do estado. O procedimento é conhecido no meio da comunicação como ‘pedir a cabeça’, já que significa o afastamento de jornalistas para manter verba publicitária do governo. Segundo jornalistas de Rio branco, esse procedimento de caráter autoritário teria sido comum durante algumas das gestões petistas, mas até agora não aditada pelo governo Gladson.

Bittar é o que tem mais recebido críticas de comunicadores nas redes sociais. As razões são simples: Bittar, para se manter ‘colado’ à imagem de Bolsonaro, tem se posicionado de maneira negacionista em relação à pandemia. Sua recente aparição foi criticar as medidas de distanciamento social no dia seguinte à publicação do decreto. O senador que já passa mais tempo em sua fazenda no Mato Grosso do que no Acre, voltou bronzeado de férias no litoral nordeste para se opor as medidas e dar voz a outros negacionistas no Acre. O senador negacionista bronzeado virou meme, o que deve ter incomodado.
Aparentemente ele e Mara Rocha são a favor do direito à própria liberdade de expressão, mas não dos outros.

Durante a reunião, Petecão disse que ‘está acostumado a levar porrada’, dando a entender que se incomodava menos com os ataques. Mas por via das dúvidas, retirou o nome da disputa ao governo para 2022, o que talvez tenha entendido como o motivo das críticas.

Mara Rocha, que já foi apresentadora de TV e já se queixou, sem provas, de perseguições durante o governo Tião Viana, entrou para o mesmo time de Alan Rick: outro ex-comunicador que ao passar para o lado da política, passou também a perseguir jornalistas. A deputada tucana, irmã de do vice-governador foi bastante exaltada no vídeo pedindo uma ‘atitude’ do governador contra o digital Hedislande Gadelha e conta os jornalistas Salomão Matos e Altino Machado. Citou ainda de que as esposas dos dois primeiros teriam cargos de confiança no governo. Em outros termos, pediu a demissão das esposas por críticas à atuação parlamentar tecida por seus maridos. O vídeo da ex-jornalista Mara Rocha é um forte registro de atentado à liberdade de expressão e liberdade política, em que acusa Altino Machado de ser ‘de esquerda’, para legitimar a seu pedido de ‘atitude’ do governador.

No vídeo, Mara Rocha aponta a suposta ‘lealdade’ da bancada à Gladson para pedir a ação contra jornalistas, silenciando a tramoia que ela, seu irmão o vice major Rocha, Marcio Bittar e Jessica Sales participaram ao tentar derrotar Gladson nas eleições municipais a fim de viabilizar uma candidatura deste bloco para 2022.

Leia abaixo a Nota de Repúdio do SINJAC/FENAJ:

NOTA DE REPÚDIO DO SINJAC E FENAJ

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Acre (Sinjac) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), por meio de seu representante, o presidente Victor Augusto Nogueira de Farias, vem a público REPUDIAR a atitude antiética, covarde, desrespeitosa e até criminosa praticada por pessoas que deveriam defender e garantir os direitos da sociedade.
Impossível calar-se diante de tamanha agressão e ato inconstitucional a nossa categoria, pior ainda quando atacam de maneira covarde todos os colegas por emitirem suas opiniões pessoais e produzirem matérias críticas a seus mandatos, assim como é estarrecedor que uma colega pratique tal ato contra outros profissionais.
O Sinjac e a Fenaj não ficarão calados diante de tal exposição direcionada aos profissionais deste Estado.
O Sindicato dos Jornalistas e a Federação Nacional dos Jornalistas REPUDIAM tal ação tomada pelos senadores Marcio Bittar, Sérgio Petecão e a deputada federal Mara Rocha que deveriam representar a sociedade e garantir os direitos da mesma.

Rio Branco, 05 de Fevereiro de 2021.

VICTOR AUGUSTO NOGUEIRA DE FARIAS
Presidente SINJAC e diretor da FENAJ

error: Alert: O conteúdo está protegido !!