Rio Branco, Acre, 3 de março de 2021

Causa da morte de indígena não foi vacina contra coronavírus, diz infectologista

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Em entrevista ao Ac24horas, a infectologista Rita de Cassia Lima, que cuidou do indígena Fernando Katukina, durante o período em que ele ficou internado com Covid-19, afirmou que a morte do indígena não foi provocada pela vacina CoronaVac.

Ele foi vacinado no dia 19 de janeiro e faleceu na madrugada desta segunda-feira, 1, em sua casa na terra indígena Campinas, na BR-364.

Segundo a médica, o indígena tinha outros problemas de saúde. “Eu cuidei dele na enfermaria Covid do Hospital de Campanha há uns dois meses atrás e ele tinha uma saúde muito frágil. Fernando não morreu por causa da vacina. Muita gente ficou preocupada com a notícia e fez ligação entre a vacinação e a morte dele. Mas quero dizer que a vacina é segura e é o único meio de evitar a doença”.

De acordo com familiares de Fernando Katukina, além de diabetes e hipertensão, ele também tinha insuficiência cardíaca congestiva.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.