Rio Branco, Acre, 3 de março de 2021

Defesa Civil identifica estabilidade no nível dos rios, mas alerta sobre possíveis mudanças

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações da Agência de Notícias do Acre.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os níveis dos rios do Acre apresentaram estabilidade durante a medição realizada pela Defesa Civil estadual nesta terça-feira, 23. Devido às enchentes ocorridas no estado, um total de 110.766 pessoas foram atingidas nos últimos dias.

Os dados foram divulgados por meio do relatório da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil. De acordo com o documento, dez municípios estão em situação de calamidade pública, decretada pelo governo do Estado, sendo os mais afetados Cruzeiro do Sul, com 33 mil pessoas atingidas; Tarauacá, com 28 mil; e Sena Madureira, com 17.376.

“Mesmo com essa estabilidade, a Defesa Civil continua em alerta porque ainda estamos no mês de fevereiro, lembrando que em Sena Madureira ocorreu a maior cheia da história em 1997 e o nível do rio estava entre 19 e 20 metros no mês de abril, e atualmente está em 18 metros”, ressaltou o coordenador da Defesa Civil, Eudemir Bezerra.

O Estado está elaborando relatórios para poder receber recursos do governo federal, mas conta também com doações de todo o país em prol da campanha de ajuda às famílias atingidas, que até o momento recebeu o valor de R$ 5.500. A população também pode ajudar com a doação de fraldas, massa de mingau, material de higiene e limpeza, roupas calçados e alimentos.

O governo do Estado tem disponibilizado toda a sua estrutura, desde a ação social até a de segurança, com o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, que têm realizado rondas nos abrigos para garantir a segurança e atendimento da população atingida pelas cheias.

“O trabalho da Defesa Civil também tem sido o de levantamento de dados, para que, por meio do conhecimento atualizado da situação, sejam estabelecidas políticas públicas para as pessoas que tanto necessitam nesse momento”, destacou o coordenador.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.