Rio Branco, Acre, 2 de março de 2021

Olimpíada de Língua Portuguesa tem lançamento nacional nesta segunda-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações da Agência de Notícias do Acre.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O lançamento nacional da 7ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro será realizado nesta segunda-feira, 22, às 16 horas (horário local), de forma online, por meio das seguintes plataformas digitais: site: www.escrevendoofuturo.org.br, facebook: @olimpiadalp.escrevendo.futuro e no canal do yotube: OlimpíadaLP Cenpec.

Durante o evento, serão anunciadas as novidades do concurso em 2021, bem como os objetivos, metodologias e informações sobre as inscrições, que então estarão abertas. Outras informações podem ser obtidas no site www.escrevendoofuturo.org.br/concurso.

A partir do lançamento, as secretarias de educação municipais e estaduais do país poderão fazer a adesão ao concurso e os professores realizar suas inscrições.

Trata-se de uma iniciativa do Ministério de Educação (MEC) e Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Podem participar da olimpíada professores de Língua Portuguesa da rede pública de todo o Brasil e os alunos do 5º ano do ensino fundamental à 3ª série do ensino médio. A olimpíada reconhece o trabalho desenvolvido por professores e estudantes, e este ano tem como foco a importância do trabalho colaborativo.

O evento faz parte das ações desenvolvidas pelo programa Escrevendo o Futuro, que, pensando no cenário delicado em que se encontra a educação em decorrência da pandemia da Covid-19, quando escolas, professores e estudantes estão tendo que se reinventar, trouxe na edição de 2021 um novo formato e muitas novidades.

Participam da live de lançamento da olimpíada gestores escolares, professores do componente curricular Língua Portuguesa e professores multiplicadores.

Acre foi ouro na edição de 2019: categoria documentário

O concurso é realizado a cada dois anos e em 2019 apresentou como novidade a categoria documentário. A equipe da Escola Humberto Soares, de Rio Branco, conquistou o ouro para o estado.

Eloís Eduardo do Santos, Raele Brito, Thomaz Oliveira e a professora Ynaiara Moura foram os ganhadores, com a produção Nordestinos no Acre.

A categoria foi considerada um desafio, pois os estudantes tiveram que fazer todo o trabalho apenas por meio do aparelho celular.

Os estudantes acreanos contaram a história da migração dos nordestinos para o Acre no Primeiro Ciclo da Borracha (1880-1920), tendo como pano de fundo a história da família de um dos alunos do trio, Eloís Eduardo, e como personagem principal sua avó, Raimunda dos Santos.

“Ainda fico bem emocionada quando se fala da olimpíada, porque foi o primeiro ano do gênero documentário e sermos os ganhadores foi muito bom. Muita emoção, só quem viveu ou assistiu ao vídeo do evento sabe o quanto foi marcante”, declarou a professora Ynaiara Moura.

Ynaiara disse ainda que já está pronta para participar novamente e está atenta sobre tudo o que está sendo divulgado sobre a olimpíada nas redes sociais, marcando e compartilhando a equipe gestora da sua escola.

Os professores devem efetuar as inscrições dos estudantes por categoria, sendo: Poema, Memórias Literárias, Crônicas, Documentário ou Artigo de Opinião.

Categorias de inscrição

Poema

5º ano do Ensino Fundamental

Memórias literárias

6º e 7º anos do Ensino Fundamental

Crônica

8º e 9º anos do Ensino Fundamental

Documentário

1ª e 2ª séries do Ensino Médio

Artigo de opinião

3ª série do Ensino Médio

A Olimpíada conta com a parceria do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Canal Futura e Fundação Roberto Marinho.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.