Rio Branco, Acre, 3 de março de 2021

Sem mostrar provas, vice-prefeita de Rio Branco acusa imprensa da capital de chantagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Richard Silva, do Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Bom dia caro leitor (a). Hoje é terça-feira, dia 23 de fevereiro de 2021. Nesta edição, entre os  destaques está a MP assinada pelo presidente Jair Messias Bolsonaro que atende o Acre em um momento crucial de intensa necessidade.

HOMEM DE PALAVRA!

O presidente Jair Bolsonaro assinou na última segunda-feira (22), a medida provisória que vai liberar dinheiro para o estado do Acre neste momento de pandemia, crise migratória, enchentes, dengue, entre outros. O valor está estimado em R$ 450 milhões. Além disso, o presidente desembarca nesta quarta-feira (24) em Rio Branco, para acompanhar a enchente em alguns municípios do estado. 

Bolsonaro diz que é preciso enfrentar vírus como homem: 'todos nós vamos morrer um dia'

ENQUANTO ISSO NA CAPITAL…

Não é de hoje que a gestão do prefeito Bocalom (PP) vem sofrendo críticas. A situação ficou mais “tensa” ainda quando a vice-prefeita de Rio Branco, Marfisa Galvão (PSD), fez uma grave acusação (sem citar “nomes”) a alguns veículos comunicação, que segundo ela, estariam tentando chantagear o gestor. 

Na publicação, a vice-prefeita ainda identifica Bocalom como “o melhor prefeito de Rio Branco” em apenas 45 de gestão (inicio do mandato até a data da publicação), o que sinceramente é bem difícil de acreditar.

PRECISA PROVAR (ESCLARECER)! 

Agora, Marfisa, que é esposa do senador Sérgio Petecão, precisa se esclarecer sobre as acusações. Mostrar provas verídicas do que estava falando, senão, suas palavras acabarão caindo no descredito, e na situação atual de sua gestão, isso não seria nada bom…

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.