Rio Branco, Acre, 14 de maio de 2021

Família de vítima de exploração sexual na Bolívia denunciou caso à PF do Acre em novembro de 2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Polícia Federal (PF-AC) chegou até as três vítimas de exploração sexual e tráfico de pessoas após a família de uma das meninas denunciar o caso em novembro de 2020. Três jovens, entre elas uma menor de idade, foram resgatadas pela PF de Epitaciolândia, interior do Acre, no domingo (28).

De acordo com a Polícia Federal, as três vítimas estariam sendo exploradas sexualmente na Bolívia, país que faz fronteira com o Brasil, através do Acre.

O resgate foi possível, segundo a PF, porque o governo boliviano trabalhou em conjunto e participou da ação, prestando apoio e conduzindo as jovens à fronteira com o estado acreano. As vítimas foram encaminhadas para a sede da Polícia Federal para serem ouvidas e depois vão ser encaminhadas ao encontro dos familiares ou responsáveis legais.

A PF explicou, por meio de nota, que as equipes pediram auxílio às autoridades bolivianas após a denúncia da família de uma das vítimas. Na Bolívia, as investigações foram conduzidas pela Força Especial de Luta Contra o Crime da Polícia Boliviana (FELCC) e com apoio da Adidância da Polícia Federal em La Paz, da Embaixada do Brasil na Bolívia e da Organização Internacional para as Migrações conseguiu resgatar e repatriar as jovens.

“As investigações sobre o caso prosseguem tanto no Brasil como na Bolívia, o que impede que informações adicionais sejam divulgadas no momento”, destacou a PF.

Com informações do G1 Acre.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.