Rio Branco, Acre, 21 de abril de 2021

Idosos dormem em fila para garantir vacina na Grande BH

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Dezenas de idosos formaram filas para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 durante a madrugada desta sexta-feira (5), em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Alguns chegaram ao local às 16h desta quinta-feira (4) para guardar lugar na fila da vacina para esta sexta. De acordo com a prefeitura da cidade, pessoas com 80 a 84 anos poderão ser imunizadas.

Informação que circulou pelas redes sociais alertava a população de que o município distribuiria 150 senhas para o recebimento da vacina, por ordem de chegada. O atendimento, conforme essa divulgação, será feito entre 8h e 11h, com apresentação obrigatória do CPF.

Maria da Conceição levou a mãe Elza Diniz, de 84 anos, para a fila por volta de 1h desta sexta (5) — Foto: Lucas Franco/TV Globo

Maria da Conceição Diniz foi uma das moradoras da cidade que recebeu o comunicado. Ela decidiu sair de casa com a mãe, Elza Diniz, de 84 anos, por volta de 1h desta sexta-feira. Levou lanches, travesseiros e cobertor para passarem a noite dentro do carro. À reportagem da TV Globo, Maria contou que recebeu uma foto antes de sair de casa, com o relato de que já havia 30 veículos parados em fila, aguardando.

O problema é que não há apenas um posto de vacinação na cidade. Idosos que não optarem por comparecer de carro, poderão se dirigir ao Centro Municipal de Imunização a pé, formando mais de uma fila. Mais de 30 pessoas dormiram no local. Conforme apurado pela reportagem da TV Globo, alguns moradores chegaram às 16h desta quinta-feira (4), para tentar garantir a aplicação da vacina.

Por volta das 4h, o G1 entrou em contato com a prefeitura de Pedro Leopoldo, questionando a veracidade desse comunicado, replicado pelas redes sociais. A reportagem também perguntou à prefeitura se não havia uma estratégia mais segura para garantir imunizantes a casos prioritários, dentro desse subgrupo. O município também foi questionado sobre a aglomeração causada. O G1 aguarda o retorno da prefeitura.

Fonte: G1.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.