Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

Levantamento do IBGE aponta índice de desemprego de 15,1% no AC em 2020; taxa é recorde no estado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Acre teve taxa recorde de desemprego em 2020, alcançando 15,1%. A informação é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nessa quarta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O índice no estado é o 10º maior do Brasil. Ao todo, 20 estados tiveram média recorde de desemprego no último ano, marcado pela pandemia do novo coronavírus e pelas medidas de restrição para tentar frear o contágio.

A taxa média de desemprego no estado ficou bem acima da média nacional, que foi de 13,5% em 2020, também a maior de toda a série histórica da Pnad iniciada em 2012.

De acordo com os dados, o nível de ocupação médio no ano passado foi de 43% no Acre. Isso significa que menos da metade da população em idade de trabalhar estava ocupada no ano de 2020. A média nacional ficou em 49,4%.

Somente sete estados não registraram taxa de desemprego recorde em 2020, segundo o IBGE — Foto: Economia/G1

Dados do 4° trimestre de 2020

O desemprego no Acre teve uma leve queda no trimestre encerrado em dezembro de 2020 comparado com o trimestre anterior, ainda segundo os dados do IBGE. No entanto, 55 mil pessoas no estado ainda estavam desempregadas.

A taxa de desocupação no Acre chegou a 15,5% no quarto trimestre de 2020, entre os meses de outubro, novembro e dezembro. Essa foi a terceira maior taxa registrada na série histórica do IBGE, iniciada em 2012. No trimestre finalizado em setembro de 2020, a taxa de desemprego no Acre estava em 17,1%.

Conforme o IBGE, em relação ao ranking nacional de maior taxa desocupação no último trimestre de 2020, o Acre está na 7ª posição. Alagoas e Bahia tiveram as maiores taxas, com 20% e Mato Grosso do Sul ficou com a menor, de 9,3%.

Com relação à população ocupada houve um aumento de 27 mil pessoas, em comparação ao trimestre anterior, ou seja, variação de 10,0%. Conforme os dados, no último trimestre de 2020, o nível de ocupação no Acre foi de 43,9%, um aumento de 3.6 pontos percentuais frente ao trimestre anterior (40,3%). Desde o 1º trimestre encerrado em março de 2018, o nível de ocupação está abaixo de 50%.

No 4º trimestre de 2020, o rendimento médio real de todos os trabalhos, habitualmente recebido por mês, pelas pessoas de 14 anos ou mais de idade no Acre, foi estimado em R$ 1.994. Este resultado apresentou redução de 4,8% em relação ao trimestre imediatamente anterior, quando estava em R$ 2.095.

Fonte: G1 Acre.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.