Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

“Não aceito que vacine preso antes de agente da segurança”, dispara secretário de Saúde de Rio Branco

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O secretário de Saúde de Rio Branco, Frank Lima, declarou na audiência pública da comissão de acompanhamento da Covid-19 da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac), que é inadmissível o protocolo de saúde do Ministério da Saúde (MS) onde determina prioridade na imunização de presos antes dos agentes de segurança pública.

O gestor pediu que sejam tomadas providências junto com o poder legislativo para mudança no protocolo do MS. “Não consigo aceitar, como cidadão de bem, que se vacine presos antes dos agentes da segurança pública. Eu quero me juntar vocês para a gente lutar juntos”, ressaltou.

Lima destacou que pensou em não aderir a ordem do Ministério de vacinação dos presos. “Eu como secretário gostaria de transgredir essa ordem de vacinar preso primeiro que a Segurança Pública”, argumentou.

Com informações do Contilnet.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.