Rio Branco, Acre, 18 de abril de 2021

Sejusp e MP se reúnem para tratar sobre vacinação dos profissionais da Segurança Pública

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações da Agência de Notícias do Acre.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Em reunião virtual realizada na tarde desta terça-feira, 23, o governo do Estado do Acre, por meio do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), debateu, com representantes do Ministério Público do Estado (MPAC), questões que envolvem a vacinação dos profissionais da Segurança Pública, a partir de uma solicitação do governador Gladson Cameli.

Na ocasião, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Santos, fez uma exposição sobre o informe técnico que foi produzido pela sua pasta, sobre os reflexos da Covid nos profissionais de Segurança Pública, em comparação com a população em geral e com os profissionais de saúde.

“Entre os profissionais da Segurança do Acre, o índice, não só de infecção, como de letalidade, é muito mais alto do que entre os cidadãos em geral e mesmo superior ao observado entre os servidores de saúde. Chega a mais de 50% a mais no caso dos profissionais de segurança”, disse.

Os demais gestores da Segurança ratificaram a fala do secretário e acrescentaram as questões pontuais de cada uma das forças. O assunto foi bem recepcionado pelos representantes do Ministério Público, que demonstraram solidariedade aos profissionais.

O procurador de Justiça Samy Barbosa questionou o fato de o plano não ter contemplado os profissionais de segurança no primeiro momento, destacando que o grupo é diretamente responsável pela manutenção e implementação das medidas sanitárias.

A fala foi reafirmada pela procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo, que explicou que o plano foi feito há cerca de um ano, momento em que não havia uma concepção exata dos fenômenos que poderiam ocorrer.

Por fim, o secretário de Segurança Pública solicitou ao MPAC uma recomendação oficial para que o Poder Executivo tenha a capacidade legal de superar o Plano Nacional de Imunização, que estabelece hierarquia para as diversas categorias profissionais.

Nova reunião foi agendada para esta quarta-feira, 24, com os representantes do Comitê Covid, para dar sequência ao debate e à sensibilização das autoridades.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.